Informação sustentável para uma vida mais consciente

Informação sustentável para uma vida mais consciente

VAMOS MUDAR

Dicas e guias para fazer diferente
Henry & Co - Unsplash

Sofia Dezoito Fonseca

Fair News

Simplificar é a palavra de ordem num processo de destralhe e arrumação de roupa. Devemos ser honestos connosco e ter em mente o que queremos comunicar com a nossa imagem. Tendo isso em consideração será sempre mais fácil tomar decisões.

Observação. O ato de observar é muito importante no processo de destralhe. Olhe para o seu armário como se fosse a primeira vez e com olhar crítico. A melhor forma de o fazer é tirar tudo dos cabides e das gavetas e colocar em cima de uma superfície plana (pode ser a sua cama, por exemplo). Observando a partir de cima terá uma overview de tudo o que tem.

Criar Secções. Ao colocar a roupa para observação, deve fazê-lo por secções ou categorias. Por exemplo: todas as partes debaixo primeiro (calças, saias, etc.), depois as partes de cima, depois os vestidos, os casacos, os acessórios e por aí fora.

Seleção Natural da Espécie. É hora de saber quais as peças, dentro de cada categoria, vão sobreviver ao ecossistema do seu armário. Porquê «seleção natural»? Porque ao olhar para cada uma delas irá saber, dentro de si, o que fica e o que não pode continuar. No fundo já sabe a resposta, só tem de ouvir o que o seu coração lhe diz.

Análise. Está na hora de analisar o que ficou. É bem provável que continue a ver algumas peças que estão paradas. Gosta delas e na sua cabeça há sempre desculpa para as usar novamente. Porque vai voltar a estar na moda, porque são boas para as férias, para andar por casa ou para ir a um evento qualquer. Nesses casos, opte por guardá-las numa caixa, longe das restantes peças selecionadas, e na próxima mudança de estação veja quantas vezes foram usadas e faça nova avaliação.

Novas Conjugações. Tudo OK com as suas justificações, não devemos ir contra o que nos faz sentir bem e seguros. Lembre-se sempre: tem de estar feliz com as suas escolhas e com o que tem no seu armário. Agora, se escolheu deixá-las ficar, vai ter de lhes dar uso e criar novas conjugações. O ideal será que cada peça seja conjugável, pelo menos, com outras três.

 

Aproveite o regresso das férias para fazer o destralhe do armário e simplifique a sua vida com um guarda roupa mais funcional.