Informação sustentável para uma vida mais consciente

Informação sustentável para uma vida mais consciente

PENSO, LOGO SOU SUSTENTÁVEL

A opinião de quem sabe: Manuel Nina
pexels-laura-tancredi-7083877
Foto de Laura Tancredi no Pexels

Manuel Nina

CCO & Co-Fundador da GoParity

Estávamos em 2016. O meu sócio Nuno Brito Jorge, que vinha da área das energias renováveis, tinha percebido que havia várias empresas que poderiam instalar painéis solares, e conseguirem pagar o investimento em menos de cinco anos só com a poupança na conta da electricidade, mas os bancos não estavam a financiar estes empréstimos.

Todos temos aquela ideia da banca: formal, lenta, morosa. Assinaturas e rubricas, resmas de papel em contratos que (quase) ninguém lê.

Aqui sentíamos o mesmo. E pensando nessa oportunidade de negócio, começámos a procurar modelos de financiamento inovadores, que tivessem já sido demonstrados, e demos de caras com o Crowdfunding – financiamento colaborativo, sob a forma de empréstimo.

Era a solução ideal, para muitos poderem emprestar um pouco a uma organização que não tinha acesso a crédito. Mas não queríamos ser mais uma empresa de financiamento, ambicionámos desde o início a fazer valer o lema “dinheiro para o bem”, para projectos com impacto ambiental e social e com retorno para os investidores.

Assim nasceu em 2017 a GoParity, a primeira plataforma portuguesa de financiamento colaborativo para projectos com impacto, que conta hoje com mais de 15.000 utilizadores, e já levantou quase 9M€ para mais de 125 projectos com impacto, não só em Portugal, mas também na América Latina e em África.

Sendo um dos nossos valores centrais a transparência, na nossa plataforma os investidores escolhem quais os projectos em que querem colocar o seu dinheiro – cada um com a sua análise de risco, taxa de juro e maturidade definida no momento do investimento. Sejam painéis solares para uma padaria em Lousada, capital para a primeira aquacultura de ameijoas totalmente em mar aberto ao largo de Lagos, ou um sistema de electricidade para cooperativas de lacticínios no Uganda, a escolha é do investidor.

Com os depósitos bancários tradicionais a renderem juros quase nulos, a possibilidade de obter retornos de 3-8% é apelativa. Claro que existe sempre risco, estamos a financiar organizações – não só empresas, mas cooperativas e associações sem fins lucrativos – que podem passar por dificuldades, mas os projectos que apresentamos na GoParity passam sempre por um triplo crivo: análise da sustentabilidade financeira, da solidez técnica e do impacto produzido.

A possibilidade de permitir aos cidadãos e empresas (a partir de 5€ de investimento), que possam escolher onde colocar o seu capital, obter um retorno e ainda gerar um impacto local são as premissas base que nos guiam, e que fazem da GoParity a plataforma líder em Portugal para as Finanças Verdes.

Mais do que uma fonte de rendimento do nosso capital, o investimento em projectos com impacto é a aposta numa economia local, mais resiliente, e mais próxima de nós. Quando investimos, estamos a mostrar a todos que confiamos e apoiamos os projectos que perto ou longe, apostam numa transição energética para todos, em associações que são centros das suas comunidades, e indústrias que avançam na vanguarda da economia circular, que apostam resiliência e sustentabilidade dos seus negócios.

Para nós, mais do que euros, são as pessoas à frente de cada projecto, empreendedores, especialistas, e homens e mulheres apaixonadas pelo que fazem, que contam, e o apoio que recebem é a prova que o seu trabalho no dia-a-dia é importante para deixarmos um mundo mais verde, mais justo e mais inclusivo para as próximas gerações.

O futuro é podermos decidir quem é que podemos beneficiar com o nosso dinheiro. O futuro é hoje.

Para começarem hoje a vossa jornada de investimento de impacto, registem-se aqui e usufruam de 5€ de primeiro investimento grátis. Sem risco, nem compromisso, um passo de cada vez a caminho do futuro.